Pensamentos Kafkianos em cor-de-rosa

Pensamentos Kafkianos em cor-de-rosa

terça-feira, 16 de julho de 2013

Pirosada e lamechice, eu sei, eu sei



Já aqui tinha escrito que com a idade comecei a gostar de Julio Iglesias, fazer o quê?!
E porque ele hoje actua no Pavilhão Atlântico e eu não vou ver.

 (Agora que gosto não vou ver e quanto tinha 17 ou 18 anos, fui vê-lo obrigada ao Restelo, ele há coisas..)

Porque provavelmente o Senhor não volta a Portugal e lá se vai a minha oportunidade de voltar a vê-lo, aqui deixo uma música que me faz lembrar a minha tão amada Feria de Sevilla.



Me va, me va, me va, me va, me va Me va 
la vida, me va la gente de aqu y de all 
Me va la fiesta, la madrugada, me va el cantar 
Me va el color si es natural. 
Me va, me va, me va, me va, me va 
Hacer amigos, andar caminos, me va, me va 
Soar contigo y haber nacido para cantar, 
Me va el amor de verdad.
Hey there friends, let me say,
Let the love lead the way
Dance with me and once again
Hold my hand, be my friend...
Me va, me va, me va, me va, me va
Me va la vida, me va la gente de aqu y de all
Me va la fiesta, la madrugada, me va el cantar
Me va el color si es natural.
Me va, me va, me va, me va, me va
Hacer amigos, andar caminos, me va, me va
Soar contigo y haber nacido para cantar,
Me va el amor de verdad.
Everywhere, ever way,
We can hear the music play
We can feel when love is there
Everyday, everywhere...

2 comentários:

  1. se ele não voltar a portugal, tens sempre a ipotese de ver o (junior)

    ResponderEliminar

pensamentos cor-se-rosa