Pensamentos Kafkianos em cor-de-rosa

Pensamentos Kafkianos em cor-de-rosa

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Admirável mundo novo



Ando para o ler para aí há 30 anos.
Por influência do meu pai.
Desta vez, entregou-mo em mão 
e disse-me "gostava que o lesses", 
de uma forma que não consegui recusar. 
Aqui estamos nós, eu e ele.
Tão velhinho que até tenho medo de o estragar.
Não deixa de ser uma sensação boa.
Ler um livro que o meu pai leu talvez há 35 anos.
Ler um livro, que de alguma forma o deve ter marcado.
Ler um livro a seu pedido.
Amanhã é o dia em que o começo a ler.

3 comentários:

  1. Parece-me muito bem... boas leituras ;)

    ResponderEliminar
  2. o titulo do livro desperta-me interesse, é um bom convite por parte do teu pai, deve sem dúvida o ter marcado, pois faz gosto que o leias.

    ResponderEliminar

pensamentos cor-se-rosa