Pensamentos Kafkianos em cor-de-rosa

Pensamentos Kafkianos em cor-de-rosa

terça-feira, 17 de setembro de 2013

As etiquetas da Zara

São enormes. Não nos podemos queixar de falta de informação quanto à lavagem da peça. Ou melhor, do programa em que a peça deve ser lavada. Se a peça encolher devemos assumir a responsabilidade, pois com taaanta informação, tal deve ser impossível, só não lê quem não quer. E se eu vos disser que quero ler e não consigo? Deve ser inédito na história da Zara mas quase (tenho que confirmar novamente porque ainda não acredito) garanto que tenho um vestido sem etiqueta. E agora senhores? E agora? Em que programa é que o lavo!? Humm?

6 comentários:

  1. Pior, pior, é quando a etiqueta é tão grande que na hora usar a peça sacamos da tesoura e mandamos a etiqueta à vidinha dela... e depois pronto, na altura de lavar, rezamos a todos os santos para que a coisa corra bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lol também já fiz isso mas deixei de o fazer quando um dos meus vestidos favoritos encolheu de tal forma que só dá para usar como túnica!

      Eliminar
  2. Pois...aquilo realmente é um exagero :D

    Mas isso do vestido vir sem etiqueta de facto é muuuuuiittttoooo estranho. Eu reclamava e exigia um com a hiper mega super etiqueta habitual ;)*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. lolololol Vou já à Zara tratar disso! ;)*

      Eliminar
  3. nestes casos, começamos por fazer a experiência,lavando só os sovacos, para vermos se encolhe.

    ResponderEliminar

pensamentos cor-se-rosa